Lançamentos

Choros de Alencar 7 Cordas são lançados em livro de partitura

A obra do mestre Alencar 7 Cordas finalmente agora está parcialmente imortalizada em partitura e disponível no mercado. O livro Alencarinos: choros de Alencar 7 Cordas reúne as 15 músicas do CD Alencarinos (que teve show de lançamento em setembro de 2015). São cerca de 150 páginas de transcrições para instrumentos em C, instrumentos em Bb, violão de 6 cordas e violão de 7 cordas, com os arranjos originais do disco. O álbum de partituras foi idealizado por Lucas de Campos e escrito em parceria com Fernando Césa, com  revisão de Everaldo Pinheiro.

Nesta quinta-feira (19/04) haverá pocket show de lançamento do álbum de partituras com o Regional Alencarinos,  na Escola de Música de Brasília, com entrada franca. O grupo é composto de Fernando César (violão de 7 cordas e direção musical), Lucas De Campos (violão de 6 cordas), Pedro Molusco (cavaquinho), Márcio Bezerra (clarineta) e Júnior Viégas (pandeiro)

Prefaciada pelo músico e pesquisador Mário Sève, a publicação bilíngue foi realizada com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF), e contou com edição e produção executiva de Ana Lion, coordenação do Instituto Pactos de Desenvolvimento Regional Sustentável, projeto gráfico de André Maya, Daniela Franca e Rafael Dietzsch, além de outras importantes participações que em muito contribuíram para que esse rico material se tornasse realidade.

José de Alencar Soares nasceu em Ipu, no Ceará, em 1951, e radicou-se em Brasília no início da década de 70. Peça fundamental no desenvolvimento musical da cidade, Alencar Sete Cordas participou da fundação do Clube do Choro de Brasília, integrou o grupo Choro Livre durante 25 anos como violonista e arranjador e, ao longo de sua trajetória, tocou ao lado de grandes nomes da música brasileira. Foi um dos professores pioneiros da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello e, seguindo a vocação de educador, criou sua própria escola, sendo responsável pela formação de vários músicos de Brasília de diferentes gerações. Merece destaque na sua atuação pedagógica a formulação da Teoria das Árvores Harmônicas, método de ensino de harmonia funcional que inspira músicos de diversos lugares.

Mais informações: Ana Lion - (61) 98209-6936

SERVIÇO

Data: 19 de abril

Horário: 19h

Local: Teatro Carlos Galvão – Escola de Música de Brasília – 602 sul

Classificação Livre. Entrada gratuita, sujeita à lotação do teatro.

VOLTAR
NIG

Tags