Concursos

Inscrições do 1º Prêmio Chico Mário de Violão são prorrogadas até 30 de julho; vencedores ganharão R$ 15 mil

(Antônio Adolfo e Chico Mário, 1983. Acervo Marcos Souza)

Quem ainda não se inscreveu no 1o Prêmio Chico Mário de Violão tem até a próxima segunda-feira (30/07) para participar. Podem concorrer músicos de qualquer nacionalidade a partir de 16 anos, que vão disputar cinco prêmios em dinheiro, num total de R$ 15 mil. O primeiro lugar recebe R$ 10 mil e mais um Violão Yamaha Silent SLG200N. O segundo colocado ganha R$ 2 mil. Ambos terão troféu desenhado pelo artista Mauricio Manzo. E os candidatos de 3º a 5º Prêmio embolsam R$ 1 mil, cada.

Trata-se da maior premiação de violão popular do Brasil na atualidade. O Prêmio vai selecionar até 12 músicos para a etapa final, durante na Cerimônia Oficial do Prêmio, que ocorre em Belo Horizonte, em 22 de agosto (data de aniversário de Chico Mário, em que faria 70 anos de idade), a partir das 20h, no Grande Teatro do Sesc Palladium, em Belo Horizonte/MG. Neste dia, cada candidato deverá apresentar ao vivo, no violão, uma música composta por Chico Mário, com até oito minutos de apresentação.

As inscrições são gratuitas. Basta preencher o formulário online disponível no site do Prêmio Chico Mário, no final da página. É só descer a barra de rolagem.

   

(Clique nas capas e ouças discos de Chico Mário)

Autor de quase 90 músicas, entre canções e peças instrumentais para naipe de cordas e violão, em variados gêneros, Francisco Mário gravou oito discos. Dois deles têm um foco especial no violão. O promeiro é o Pijama de Seda (1985), inteiramente dedicado ao instrumento. O outro chama-se Conversa de Cordas, Couros, Palhetas e Metais (1983), repleto de choros. AInda assim, os demais LPs também apresentam temas bem violonísticos.

Baixe as partituras de Chico Mário e ouças as músicas livremente no site do Instituto e também no site do filme 3 Irmãos de Sangue

O idealizador do projeto é o pianista, compositor e produtor Marcos Souza, filho do Chico Mário. O Prêmio será entregue pelo Instituto Cultural Chico Mário e pago pela produtora Atelier Cultural. O Acervo Digital do Violão Brasileiro é um dos apoiadores dessa iniciativa, junto com o Sesc, a Yamaha e a Pessoa Agência de Relações Públicas.

De acordo com o regulamento, cada candidato deve fazer o seguinte:

1) Um vídeo com duração entre 30 segundos e dois minutos, que pode ser gravado de celular, falando sobre a trajetória musical e de como teve acesso à obra de Chico Mário. O vídeo deve ser publicado em Modo Público no Youtube, incluindo na descrição o site www.institutochicomario.org.br. O link do vídeo precisa ser copiado no formulário de inscrição;

2) Um vídeo no qual o candidato interpreta uma música de Chico Mário, de livre escolha. O concorrente deve tocar violão, mas também pode ser acompanhado por voz ou cantar. Outros instrumentos ou elementos de música eletrônica também podem ser incluídos. O vídeo da interpretação deve ser publicado em Modo Público no Youtube e deve conter, no título, apenas “Chico Mário” e o nome da canção escolhida no título do vídeo (preenchido no Youtube). Na descrição, deve constar o site: www.institutochicomario.org.br. O link do vídeo deve ser indicado no formulário de inscrição. O candidato pode concorrer com mais de uma música;

3) Um vídeo ou áudio interpretando uma música de livre escolha, de qualquer autor. O concorrente deve estar tocando violão, mas também pode ser acompanhado por voz (ou cantar) e outros instrumentos ou elementos de música eletrônica, etc.

4) Autorização do uso de imagem e voz preenchida, assinada e escaneada (ou fotografada, desde que legível e em boa qualidade), que deverá ser anexada no formulário de inscrição nesta página, junto com os demais itens e dados (o Formulário para preenchimento pode ser baixado NESTE LINK AQUI).

O regulamento destaca ainda: “Ao menos uma das vagas na etapa final estará reservada para o candidato que obtiver maior número de visualizações em seu vídeo no Youtube, e os demais serão selecionados pela avaliação exclusiva do júri. Portanto, ao publicar o seu vídeo e submeter sua inscrição, é de fundamental importância que você busque viralizar e enviar o seu vídeo ao maior número de pessoas, por meio das redes sociais (Facebook, Instagram, Linkedin, Whatsapp, blogs, etc) e e-mail. Assim você eleva suas chances de seleção no Prêmio”.

Jurados

O júri da pré-seleção será formado pelo músico e produtor, idealizador do prêmio e filho do Chico Mário, Marcos Souza; pela atriz, cantora e filha de Chico Mário Karina Souza; pela viúva e presidente do Instituto Cultural Chico Mário, Nivia Souza; pela filha Ana Souza; e o violonista Weber Lopes. Já na etapa final, o júri será presidido pelo músico Marcos Souza e terá participação dos violonistas Geraldo Vianna, Weber Lopes, Juarez Moreira, Gilvan de Oliveira e Duofel (podendo sofrer alterações).

Chico Mário

Francisco Mário foi um dos pioneiros do disco independente no Brasil ao lado de Antonio Adolfo e o primeiro a utilizar a ferramenta de crowdfunding no Brasil, em 1980, para produzir seu segundo disco “Revolta dos Palhaços”. Mineiro e violonista respeitado, deixou quase 90 obras, 8 discos e 3 livros em seu pouco tempo de vida. Irmão do cartunista Henfil e do sociólogo Betinho, Chico Mário, como era carinhosamente chamado, faleceu 14 de março de 1988, aos 39 anos. O Prêmio Chico Mário de Violão busca divulgar a importante obra violonística do compositor, fomentar a cultura mineira, incentivar a criação independente e valorizar o instrumento mais popular do Brasil, o violão. 

(Chico Mário e o filho Marcos Souza)

VOLTAR
NIG

Tags