Festivais

Festival de Violão em Porto Alegre reúne concertistas internacionais

Eduardo Isaac

Da assessoria de imprensa do festival

Começa nesta terça-feira (03/10) e segue até domingo (08/10) o IX Festival de Violão da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre. Coordenado pelo professor Daniel Wolff, o evento reúne alguns dos maiores violonistas da atualidadetraz nomes internacionais como o argentino Eduardo Isaac (premiado em concursos internacionais de relevância mundial, com discos gravados pela Decca, GHA e Sony Classical), o italiano Alessio Nebiolo (professor do Conservatório de Genebra), os argentinos Javier Bravo e Silvana Saldaña (da Universidade Nacional de Artes de Buenos Aires), Marcos Dalmacio, Conrado Paulino e o duo de flauta e violão peruano Matices. Do Brasil, teremos o duo formado pelos celebrados Marco Pereira e Paulo Bellinati, além da violonista e musicóloga carioca Márcia Taborda e os mineiros Michel Maciel e Guilherme Vincens. A prata da casa está muito bem representada pela camerata Violões de Porto e pelos professores de violão da UFRGS e seus convidados. 

Ao longo dos seis dias de evento, haverá intensa programação de masterclasses, cursos e palestras, cujas as inscrições só podem ser realizadas online, através do site do programa de extensão da UFRGS. Os valores das taxas variam de R$ 30 a R$ 150 

Confira o perfil dos solistas e professores 

Eduardo Isaac: É premiado em concursos internacionais de relevância mundial, como "Infanta Cristina" em Madrid, "Andrés Segovia" em Palma de Mallorca e "Rainha Fabiola", na Bélgica. Fez centenas de viagens mostrando sua arte nas Américas, Europa e Ásia e é solista convidado em inúmeras orquestras sob direção de famosos regentes. Apresentou-se em importantes teatros, como o Merkin Hall de New York, The Orchard Hall de Tókio, sala Alfred Cortot de Pariis, El Ateneo de Madri e no Concertgebow de Amsterdam. Isaac gravou com diferentes selos discográficos como Decca, GHA e Sony Classical, com Charles Dutoit e a Orquestra Sinfônica de Montreal (Canadá), Georges Octors e a Orquestra Sinfônica Nacional da Bélgica, Leo Brouwer e a Orquestra Sinfônica de Córdoba (Espanha), entre outras. É professor catedrático na Universidad Nacional del Litoral, Universidad Autónoma de Entre Ríos e no Espacio de Música Latinoamericana do Conservatorio “Luis Gianneo” de Mar del Plata (Argentina). Ministra cursos regularmente no Brasil, Estados Unidos, México, Portugal, Espanha, Itália , Bélgica e França. Recebeu o prêmio Konex de Música Clássica em Buenos Aires. Mais de vinte concertos fazem parte de seu repertório para violão e orquestra, além de seu trabalho de música camerística em duos, trios e quartetos, formados junto ao notável bandoneonista Daniel Binelli, estabelecendo uma estreita ligação entre a música acadêmica e o tango.

 
Daniel Wolff: Primeiro Doutor em Violão do Brasil, Daniel Wolff é formado pela Escuela Universitária de Música de Montevidéu. Recebeu bolsas da CAPES e CNPq para cursar Mestrado e Doutorado em Música na prestigiosa Manhattan School of Music de Nova Iorque, recebendo o Helen Cohn Award, prêmio oferecido ao doutorando de melhor desempenho. Professor Titular da UFRGS, Wolff é constantemente requisitado para ministrar cursos e masterclasses em universidades e festivais de música no Brasil, Estados Unidos, México, Alemanha, Portugal, Colômbia, Uruguai, Argentina e Peru. Foi também Professor Visitante da Universidade de Arte de Berlim (UdK). A revista britânica Classical Guitar o descreveu como “um talento impressionante”. A revista Guitar Player o considerou “um violonista de primeira grandeza”.

Duo Bellinati/Pereira: Paulo Bellinati e Marco Pereira unem seus violões, arranjos e composições neste encontro inédito. Colegas do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo quando lá estudavam com Isaías Sávio, já dividiam suas paixões em comum pela música e pelo violão. Com brilhantes carreiras individuais semelhantes e com vários CDs solo gravados nos Estados Unidos, Europa e no Brasil, ambos conquistaram reconhecimento internacional tendo seus arranjos e composições gravados e tocados pelos maiores intérpretes da atualidade. Para esse encontro, Pereira e Bellinati, além de apresentarem peças de seu repertório autoral consagrado, decidiram homenagear grandes mestres da música brasileira, incluindo obras de Dilermando Reis e Dominguinhos, adaptadas para a sonoridade desse novo duo.

Alessio Nebiolo: Começou os estudos musicais na Itália aos oito anos e obteve diploma com distinção no conservatório A. Vivaldi, em Alessandria. Em 2003, obteve o “Diplôme de Virtuosité (Diploma de Concerto) no Conservatório de Lausanne, na classe de pós-graduação do violonista brasileiro Dagoberto Linhares. Mais tarde, completou seus estudos com “Diplôme de Soliste” (Diploma de Solista com orquestra) e, em 2005, foi vencedor do prêmio “Max Jost”, dedicado ao melhor solista do ano entre todos os instrumentos. Alessio participou de diversos festivais de música e foi solista de várias orquestras pelo mundo. Gravou nove discos na França, Itália, Holanda e México. Atualmente, é professor de violão no Conservatório de Música de Genebra, na Suíça.

Marcos Pablo Dalmacio: Multi-instrumentista e compositor, desde cedo mostrou interesse por diversos aspectos da prática musical, o que o levou a dedicar-se com igual afinco ao violão, violino, viola, composição, pesquisa musicológica, regência e à interpretação de música antiga com instrumentos de época (vihuela, alaúde, guitarra renascentista, guitarra barroca, guitarra clássico-romântica e mandolina). Seu repertório inclui desde peças da renascença até estreias de obras recentes para violão e orquestra. Dalmacio registrou parte deste repertório em quatro trabalhos discográficos. Como concertista e professor, conta com apresentações em festivais, séries de concerto, conservatórios e universidades no Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Peru, Espanha, Portugal e França. Marcos é Diretor Artístico e violinista da Orquestra de Cordas da Ilha, com a qual realiza concertos em numerosas cidades, apresentando repertórios inéditos no país e contando com a participação de prestigiados solistas.

Márcia Taborda: Violonista, Doutora em História Social (UFRJ). Pesquisadora Residente da Fundação Biblioteca Nacional (2016) com projeto sobre o Violão na corte imperial. Ganhadora do edital Rio 450 anos - Faperj para realização do DVD “Viola e violão em terras de São Sebastião”. Publicou pela editora Civilização Brasileira o livro “Violão e identidade nacional: Rio de Janeiro 1830-1930”. Gravou para a Acari Records o CD Choros de Paulinho da Viola com a obra do compositor escrita para o violão. É professora da Escola de Música da UFRJ e coordenadora do Núcleo de Estudos de Violão.

Duo Vincens-Maciel: Formado pelos músicos Guilherme Vincens e Michel Maciel, ambos violonistas reconhecidos no Brasil e no exterior, o duo surgiu em 2012 e já se apresentou em importantes festivais e séries de concertos pelo país. O repertório é variado, que inclui obras brasileiras, latino-americanas, espanholas e outras. Guilherme Vincens é doutor em performance musical e etnomusicologia pela University of Arizona. Recebeu 11 premiações em concursos internacionais de violão, destacando o 1º Lugar no XI Concurso de Portland, EUA em 2003. Apresentou-se em importantes salas de concerto nos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, México, Chile, Itália, Alemanha, Espanha, Portugal e Brasil. É professor do curso de música da UFSJ em São João del-Rei/MG. Michel Maciel é mestre em performance musical pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Foi premiado em diversos concursos nacionais e internacionais. Já se apresentou em algumas das principais salas de concerto do Brasil e no exterior (EUA, França, Suíça, Alemanha e Paraguai).  Além disso, tocou com importantes nomes da música popular como Milton Nascimento, Toninho Horta, Cliff Korman entre outros. Desde 2013, é professor do curso de música da UFMG, em Belo Horizonte/MG.

Duo Saldaña-Bravo: Em 2000, Silvana Saldaña e Javier Bravo decidiram formar um duo de violão dedicado a espalhar o repertório para esta formação instrumental. Ambos são graduados com medalha de ouro do Conservatório Manuel de Falla e licenciados em música com ênfase em violão na IUNA (Instituto Universitario de Arte). Em 2004, lançaram seu álbum "Duets", que inclui música do período barroco ao século XX. Em 2013, lançaram o disco "Carmen", dedicado à música de inspiração espanhola para dois violões, com grande sucesso de crítica e público. Silvana e Javier têm tocado como duo e como solistas nas principais salas de concerto da Argentina, Estados Unidos, México, Bolívia, Espanha, Brasil, Itália, Holanda, França, Paraguai, Alemanha, Suíça e Uruguai e participam de diversos festivais internacionais. Ambos trabalham em Buenos Aires como professores titulares de violão nos Conservatórios Superiores A. Piazzolla, M. de Falla e na Universidad Nacional de Arte.

Conrado Paulino: O original estilo deste violonista, compositor e arranjador destaca-se pela linguagem harmônica moderna e pela equilibrada união entre virtuosismo e sensibilidade. A sua música brinda uma excelente combinação de repertório brasileiro, linguagem jazzística e recursos do violão clássico. Conrado realiza sério trabalho de escolha, resgate e recriação de temas e autores da MPB e intercala esta produção com músicas de sua autoria, atuando tanto como solista como com seu grupo, o Conrado Paulino Quarteto. Atualmente, ele se apresenta como solista e com o seu Quarteto, acompanha a cantora Alaíde Costa, é professor concursado da EMESP (Escola de Música do Estado de São Paulo), onde ministra os cursos de Violão, Guitarra-Jazz e de Harmonia, e é também consultor do Projeto GURI - Santa Marcelina da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, ministrando cursos de capacitação para os professores do projeto.

Duo Matices: É um duo de flauta transversa e violão formado pela flautista Flor Vega Guerrero e pelo violonista Hugo Castillo Vargas, ambos formados e, atualmente, docentes do Conservatório Nacional de Música do Peru em suas respectivas especialidades. Seu repertório abarca diversos períodos e estilos, desde música do renascimento até a atualidade e está composto por obras originais para o formato de flauta transversa e violão, arranjos de orquestra, piano e conjunto de câmara, entre outros, da mesma maneira que trazem em seu repertório uma seleção do mais representativo da música peruana.

Camerata Violões de Porto: Reúne oito violonistas profissionais da música de concerto para tocarem juntos no formato de uma mini-orquestra. A partir do apoio da Casa da Música de Porto Alegre e sob a coordenação do renomado violonista argentino Eduardo Castañera, o grupo se propõe a executar obras originais e arranjadas para esta formação, indo do barroco ao contemporâneo de diversos cantos do mundo e apresentando a sonoridade do violão para além do formato solo ou de acompanhamento, inovando com cores, intensidade e performance. Com sede de ensaio em Porto Alegre, o grupo é formado por músicos de diversas cidades do Rio Grande do Sul, são eles Adriano Flesch, Amanda Carpenedo, Bruno Duarte, Douglas Wagner, Felipe Herbert, Lucas Araújo, Marcel Estivalet e Thiago Kreutz.

Flávia Domingues Alves no Trio Damas do Violão: Mestre em Violão pela UFRGS e Bacharel pela Faculdade Musical Palestrina, Flávia foi professora do Departamento de Música do Instituto de Artes de 1982 até dezembro de 2016, e contribuiu para a formação de várias gerações de violonistas. Integrou o Quarteto ComTrastos de violões, grupo que gravou o CD Momento Característico, que destacou a obra de compositores gaúchos para esta formação instrumental. Atuou no Conjunto de Câmara de Porto Alegre tocando alaúde e harpa gótica e participou da gravação dos CDs “Tempo de Descobertas” e “Divina Decadência. Atualmente, integra o trio Damas do Violão, juntamente com Amanda Carpenedo e Fernanda Krüger. O grupo surgiu em 2014 com o intuito de reunir mulheres violonistas de três gerações diferentes e afirmar a presença feminina no meio violonístico brasileiro. Flávia também integra o grupo Música Mundana, que se dedica à pesquisa e interpretação de músicas de diferentes épocas e regiões, além dos trabalhos em duo com o cantor Lucas Alves e o multi-instrumentista, compositor, performer e educador Felipe Karam.

Marcos Araújo: Doutor em Performance Musical pela Universidade de Aveiro, em Portugal, Marcos Araújo iniciou os estudos em violão aos sete anos. Premiado em concursos de interpretação, foi vencedor do Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sesi/Fundarte em 2009. Foi professor de violão e música de câmara no Conservatório de Música e Artes do Dão e no Conservatório de Coimbra. Atualmente, Marcos é professor adjunto do Departamento de Música do Instituto de Artes da UFRGS, onde coordena o Programa de Extensão em Música. Em paralelo à carreira docente e artística, Marcos desenvolve investigações na área interdisciplinar dos Estudos em Performance, com ênfase na prática musical e o bem-estar do músico, processos cognitivo e afetivos subjacentes à performance musical e preparação para a performance.

Paulo Inda: Violonista e professor na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, realiza concertos pela América do Norte e América do Sul, Europa e Ásia nos últimos 20 anos, apresentando um amplo repertório que inclui solos, música de câmara e concertos com orquestra. Mestre em Guitar Performance pela Manhattan School of Music de Nova Iorque, Paulo Inda estudou com alguns dos mais importantes nomes do violão atual, como Eduardo Fernández, Mark Delpriora e David Starobin, tendo atendido workshops ministrados por Manuel Barrueco, John Duarte e Leo Brouwer, entre muitos outros.

Datas e horários da programação:

3 de outubro | Terça-feira

20h: Concerto de Abertura com Eduardo Isaac (Argentina)

Local: Auditório Tasso Correa do IA/UFRGS

4 de outubro | Quarta-feira

9h às 12h: Masterclass com Eduardo Isaac 

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

14h às 15h30: Oficina com Marco Pereira (UFRJ) – “Técnicas de arranjo para violão em estilos brasileiros”

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

20h: Concerto com Daniel Wolff (com Ayres Potthoff e Rodrigo Alquatti), Paulo Inda e Marcos Araújo

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

5 de outubro | Quinta-feira

9h às 12h: Masterclass com Paulo Bellinati

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

14h às 15h30: Palestra com Márcia Taborda (UFRJ) – “O violão na Primeira República”

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

16h às 17h30: Lançamento do DVD de Márcia Taborda – “Viola e violão em terras de São Sebastião”

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

20h: Concerto com Marco Pereira e Paulo Bellinati

Local: Salão de Atos (atrás do prédio da Reitoria)

6 de outubro | Sexta-feira

9h às 12h: Masterclass com Marco Pereira

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

14h às 15h30: Palestra com Hugo Castillo (Peru) – “Superando Adversidades”

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

16h às 17h30: Comunicações de Pesquisa – Estudantes do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRGS

Local: Salão de Festas (2º andar do prédio da Reitoria)

20h: Concerto com Alessio Nebiola (Itália) e Duo Matices (Flor Vega Guerrero y Hugo Castillo Vargas)

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

7 de outubro | Sábado

9h às 12h: Masterclass com Alessio Nebiolo

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

14h às 15h30: Palestra com Javier Bravo (Argentina) – “Técnica expressiva”

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

16h às 17h30: Palestra com Silvana Saldaña (Argentina) – “Trabalho corporal para violonistas”

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

18h: Concerto com camerata Violões de Porto

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

20h: Concerto com duo Guilherme Vincens-Michel Maciel e Flávia Domingues Alves (com Felipe Karam e Damas do Violão – Fernanda Krüger e Amanda Carpenedo)

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

8 de outubro | Domingo

9h às 12h: Masterclass com Silvana Saldaña y Javier Bravo

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

14h às 16h30: Oficina com Conrado Paulino (EMESP) – “Nova harmonia do violão brasileiro”

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

16h às 17h30: Palestra com Michel Maciel (UFMG) e Guilherme Vincens (UFSJ) – “Violão em duo: história, perspectiva e literatura”

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

18h: Palestra com Marcos Pablo Dalmacio (Argentina) – lançamento do livro “A sonata para guitarra na Viena de Beethoven e Schubert”

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

20h: Concerto de encerramento com duo Saldaña-Bravo e Conrado Paulino

Local: Auditorium Tasso Correa do IA/UFRGS

VOLTAR

Tags